Não existe cão sem problemas. A vasta maioria dos cães que criamos vivem bastante, e a saúde existe se nós tivermos os cuidados adequados e fizermos uma rotina veterinária atenta.
    Todos os cães podem adquirir numerosos problemas médicos, parecido com os humanos, de acne à virose, de câncer à hérnia de disco, de alergias a doenças do coração, e como se não bastasse, os cães de raça pura tem dentro de si problemas que só existem em uma determinada raça, alguns prejudiciais, alguns fatais, e muitos dos problemas correm em famílias.
    O Dobermann não é exceção, por isso iremos descrever alguns problemas mais freqüentes em Dobermanns do que em outras raças em geral.


Para sua maior comodidade, escolha abaixo o que deseja ver ou vá descendo a página


NDP - Neurologically Damaged Puppy Syndrome (Dingie Puppies)
           Síndrome de injuria neurológica de filhotes (Filhote sujo)

    Esta condição pode ser diagnosticada em recintos de filhotes, logo que o filhote nasce, e fica mais evidente com o passar do tempo.
    Este problema se caracteriza pelos filhotes girarem em círculo ao invés de se moverem em linha reta, surdes uni ou bilateral, falta de coordenação e perda de equilibro, tendo dificuldade de achar a teta ou o prato de comida.
    O filhote freqüentemente está perdido na caixa, e isolado dos irmãos. Estes filhotes devem ser postos para dormir logo que o diagnóstico seja feito.
    A causa não é certa, mas há muitas indicações fortes de que seja hereditário.

ACNE

    Isto comumente ocorre na adolescência entre 6 - 18 meses de idade. Os machos parecem ser mais susceptíveis do que as fêmeas.
    É caracterizado por pústulas e furúnculos no queixo, focinho e ocasionalmente no pescoço.
    Pode ser tratado com antibióticos e manter a área limpa e seca.
    A causa é uma infecção bacteriana e usualmente em áreas limitadas, mas deve ser tratado para prevenir a disseminação ou cicatrizes, ou predispor à uma infecção de pele mais séria.

DISPLASIA COXO-FEMURAL

    Ao mesmo tempo em que o Dobermann tem poucos problemas relacionados com a displasia perante outras raças, ela ocorre.
    Esta condição é a mal formação da articulação do osso fêmur com a bacia, assim os membros posteriores não se ajustam corretamente à bacia.
    É caracterizado por um defeito e sofrimento em casos severos.
    Pode ser diagnosticado através de raio-x bem cedo em casos severos e após 2 anos de idade na maioria dos casos.
    Tratamento e causas são controvertidos, porém o tratamento cirúrgico tem sido o mais utilizado para aliviar a dor.
    Dieta, tipo e importância da atividade e hereditariedade estão implicados nas causas da displasia.

CARDIOMIOPATIA

    Cardiomiopatia é herdado e tem sido presente em famílias de Dobermanns desde 1930.
    Todos os Dobermanns do mundo tem cardiomiopatia em sua linha de sangue.
    Algumas linhas de sangue são severamente afetadas, outras moderadamente, outras levemente, mas nenhuma está geneticamente limpa.
    Cardiomiopatia não é causada por um vírus misterioso ou imunização (como contra parvovirose). Cardiomiopatia é hereditário.
    É claro que não é a única doença do coração, mas é a forma que mais afeta os Dobermanns.
    Os veterinários não podem detectar sinais de cardiomiopatia em Dobermanns que morrem subitamente.

BURSITE ou HIGROMA

    A maioria dos higromas apresenta-se como um inchaço indolor que se desenvolve entre os primeiros 6 - 18 meses de idade.
    É observado com maior freqüência na região lateral do cotovelo e na protuberância occipital (região ponteaguda do crânio).
    Sua formação se relaciona com traumatismo dos tecidos moles que cobrem essas proeminências ósseas, geralmente quando um animal deita-se em superfícies duras, ou no caso do occipital, por traumatismos nesta região.
    Como tratamento, observamos uma boa resposta à punção e injeção tópica de Triancinolona. Em casos de persistência, a indicação se torna cirúrgica.

INFECÇÕES E IRRITAÇÕES OCULARES

    Ocorre freqüentemente no Dobermann, devido a posição e formato dos olhos.
    Como tratamento, é indicado o uso de antibióticos tópicos adequados para não haver complicações.

PANOSTEÍTE (GROWING PAINS)

    É também conhecida como crescimento dolorido. Foi observado em cães imaturos entre 6 - 12 meses de idade.
    Isso afeta os dois aprumos dianteiros e traseiros com temporária claudicação (manqueira) e dor nas articulações. Às vezes nota-se inchaço ao redor das articulações.
    O tratamento usualmente consiste em limitar as atividades do cão, até a doença desaparecer, como também o uso de anti-inflamatório tem favorecido para o desaparecimento.
    A causa ainda é desconhecida, corpo, construção e atividade são suspeitas.

CVI - Cervical Vertebral Instability - Wobbler's Sindrome
           Instabilidade da vértebra cervical - Síndrome de Wobbler

    É uma malformação dos ossos da coluna na base do pescoço, que afetam o cão, o cavalo, e o homem. Tem predileção pelas raças Dogue Alemão e Dobermann.
    A causa exata da síndrome de Wobbler não é certa. Em alguns experimentos observou-se o aparecimento em cães com excesso de proteínas, excesso de cálcio e fósforo, onde o excesso de suplementação da dieta produziu uma mudança nas vértebras do pescoço similar à mudança que ocorre na síndrome de Wobbler.
    Os sintomas são característicos, podendo atacar paraplegicamente como também tetraplegicamente. Se pressionarmos o ponto da malformação produzirá dor, como também se flexionarmos o pescoço.
    Com o desenvolver da doença (estado crônico), observamos atrofias musculares na região da escápula, fazendo com que o cão se posicione com os cotovelos bem abertos, atrofia dos músculos da coxa, também produzindo efeitos na postura, equilíbrio e propulsão do cão.
    Normalmente aparece entre 3 e 6 anos de idade.
    O diagnóstico final é feito por intermédio de raio X.
    O tratamento apesar de experimental, é cirúrgico, onde para cada caso é feito um tipo de indicação cirúrgica. 

DILATAÇÃO GÁSTRICA - EMPANZINAMENTO

    Os sintomas podem variar desde um ataque de gases severo até morte imediata. Este problema é mais comum em peitos profundos e cães de grande porte do que em cães de pequeno porte.
    A condição hereditária pode estar intimamente ligada à este problema. O tratamento deve ser imediato e muito provável que seja necessário um tratamento cirúrgico.
    Os sintomas são inchaço e tensão abdominal, com ou sem náusea ou produção de gás.
    É recomendado alguns cuidados para prevenir o cão deste problema, que compreende em alimentar o cão com pouca quantidade de comida várias vezes ao dia e restringir atividades após as refeições.

DESORDENS DE PELE E PELAGEM

    Aparece normalmente por parasitos, infecções, alergias ou deficiência da tiróide. A coloração da pelagem pode estar comprometida na freqüência e severidade das condições.
    As causas normalmente são difíceis de se diagnosticar e às vezes persistem e dificultam o tratamento. É importante que consulte seu veterinário se perceber eventualmente uma pequena falha de pêlo no seu cão.

ALERGIAS

    Alergias são inconfortáveis e perigosas reações, provocadas por substâncias comuns ligadas ao meio ambiente, que normalmente não são tóxicas. Nos sintomas podemos incluir diarréia cuja reação pode ameaçar a vida. O tratamento, em poucas palavras, basicamente é o uso de antistamínicos e remoção de substância ofensiva. Ao mesmo tempo a alergia específica não é hereditária. A tendência a se formar alergia é passada geneticamente e não se sabendo a razão, parece piorar de geração em geração.

HIPOTIROIDISMO

    É a malfunção da glândula tiróide no qual pode ocorrer a qualquer momento da vida do cão. Ocorre mais freqüente em fêmeas.
    É caracterizado por excesso de peso, letargia e sofrimento de problemas de pele.
    Pode ser diagnosticado somente por teste laboratoriais. O tratamento consiste em suplementação de extrato de tiroide.
    Os efeitos podem ser intensificados por gravidez ou por reações a drogas como: Trimetropim - Sulfametoxazol (Bactrim, Dientrim, etc.); Trimetropim - Sulfadiazina; Nitrofuranos; Butazolidina; Fenobarbital; Primidona.
    A disfunção da tiroide pode criar alguns tipos de irregularidade hormonal: Ciclos anormais; Piometra; Falsa gestação; Hipogonadismo; Ausência de cio; Esterilidade em machos; etc.
    Pode estar ligado a linfomas ou a infecções à vírus como hepatite, cinomose, parvovirose, etc., por falha na medula óssea.

VWD - VON WILLEBRAND'S DISEASE (Doença de Willebrand)

    Esta doença como a hemofilia é caracterizada por sangramento exacerbado por injúrias insignificantes. Diferenciando-se da hemofilia pode afetar ambos os sexos onde cada sexo pode carregar o gene. A doença é genética. A severidade da doença em alguns casos poderá determinar a eutanásia se requerida. Não há na prática nenhum tratamento para este problema. Ele é encontrado em 54 raças de cães de sangue puro e também em gatos. Cerca de 70% dos Dobermanns testados nos E.U.A. em 1986 eram carregados ou afetados.
    Indicador rápido de VWD:
    Se você cortar a unha do cão, a duração de sangramento é até 4 e meio minutos à 5 minutos. Uma duração normal significa que o cão não é afetado, mas ainda poderá se provar um carregador.
    A duração do sangramento no teste da unha, tem correlação alta com o nível do antígeno de Von Willebrand (VWF-Ag, também chamado de Fator VIII).
    A doença tem expressão Autossômica Dominante Incompleta comumente, na qual a homozigose é usualmente letal, e heterozigotos podem ser tanto portadores assintomáticos ou afetados em vários graus.
    Todo carregador é um sangrador em potencial.

                     NORMAL                      50 % filhotes Normais
                           X                        =  50 % filhotes Carregadores/Heterozigotos
CARREGADOR/HETEROZIGOTO        0 % filhotes Afetados

CARREGADOR/HETEROZIGOTO          25 % filhotes Normais
                          X                          =   25 % filhotes Afetados
CARREGADOR/HETEROZIGOTO          50 % filhotes Carregadores/Heterozigotos

   Se um VWD carregador torna-se hipotiróidico, provavelmente ficará também afetado, a menos que esteja em tratamento.
    Outras doenças podem afetar um VWD carregador com mais severidade do que um cão normal, como por exemplo a Parvovirose. Recomenda-se também não usar drogas que interferem na hemostase nos cães da raça Dobermann.

 

Edgard Morales Brito
Médico Veterinário

The difference is to be found in the added feature and complication of replica watches sale the split-seconds chronograph mechanism. Such a complication is known as one of the most difficult to rolex replica uk assemble and produce. This particular piece is unique among the three iterations of the 1563 in that it has replica watches sale luminous Breguet numerals and also luminous sword hands - all original to the watch. Noted in Patek's documents concerning this watch is the fact that it actually has 1436 stamped on the inside of its caseback, though it is not written whether this is for the lack of correctly stamped components, or just because someone had a rough night the day prior to assembling this beautiful piece. What we rolex replica uk feel certain about is that owing to its bold numerals, beautifully balanced dial layout and replica watches sale its sublime complication, this watch sports a timeless and, dare we say, a more sportier look, something that replica watches sale makes this piece hugely desirable for the collectors of cheap replica watches today and tomorrow.